Como usar uma câmera DSLR

Atualmente, até fotógrafos principiantes podem criar imagens altamente profissionais com uma câmera digital SLR. Essa tecnologia já foi muito cara, mas agora está ao alcance de muitos consumidores. Pode parecer complicado, mas com prática suficiente, todo mundo pode aprender como usar uma câmera DSLR em seus projetos pessoais. Abaixo, descrevemos a funcionalidade básica da câmera e como aproveitar as configurações manuais, que oferecem um controle considerável sobre a imagem final.   


Precisa de imagens para o seu projeto? A impressionante coleção do Shutterstock de mais de 70 milhões de imagens pode ajudar você! Veja o que a nossa biblioteca disponibiliza para você.


Como funciona uma DSLR?
DSLR é a sigla em inglês para "digital single-lens reflex" (lente de reflexo simples digital), o que significa a união do design clássico das câmeras com lente de reflexo simples com um sensor de imagem digital. A DSLR só usa uma lente, mas normalmente é possível trocá-la por vários tipos de lentes. A maioria dos modelos tem um visor padrão e um visor LCD, o que é útil em situações em que o visor não está acessível. Muitas câmeras DSLR lançadas após 2008 também podem gravar vídeo em alta definição, por isso muitos cineastas independentes trabalham com essas câmeras. 

Modos de disparo
Antes de aprender como usar uma câmera DSLR no modo manual, vamos conhecer outros modos de disparo que são mais fáceis para os principiantes. Esses modos permitem fazer uma configuração rápida, para não perdermos a foto. Eles também são um ótimo ponto de partida para aprender a usar a nova câmera. Depois de tirar algumas fotos no modo Automatic, vamos experimentar essas configurações:

  • Shutter Priority: esse modo semiautomático permite ajustar a velocidade do obturador (o tempo que o obturador fica aberto para uma foto) e a câmera administra a abertura.

  • Aperture Priority: al como o modo anterior, este modo permite definir a abertura exata (a quantidade de luz que passa pelo obturador), enquanto a câmara calcula a velocidade adequada do obturador.

  • Program: este modo é o meio-termo entre controle o semi-automático e totalmente manual. Se você alterar a velocidade do obturador ou a abertura, a DSLR ajustará as configurações correspondentes para manter a mesma exposição. É o melhor modo para se usar quando você começa no mundo da fotografia manual.   

  • Manual: este modo proporciona controle total sobre sua câmera. Para ajudar a preparar a exposição correta, as DSLRs geralmente têm um indicador de exposição no visor para orientação. No entanto, ainda é possível escolher as configurações desejadas. 


Configurando a velocidade ISO
Depois de conhecer os principais modos da câmera, recomendamos aprender as configurações de velocidade ISO. Quanto maior a velocidade ISO da câmera, maior sua sensibilidade à luz. Por exemplo, se você tirar uma foto com uma velocidade ISO lenta (em torno de 100) e uma foto com velocidade mais alta (por volta de 800), poderá imediatamente ver a diferença. 

A foto com ISO mais lenta provavelmente será menos pixelada, mas também forçará a câmera a usar uma velocidade lenta de obturador, podendo deixar a foto embaçada. Por outro lado, a imagem ISO rápida será mais nítida em condições de pouca luz. Na maioria dos casos, é melhor escolher a velocidade ISO mais baixa para permitir luz suficiente e não ofuscar a imagem. 

Configurando a abertura
A configuração de abertura (ou diafragma) determina a largura do obturador aberto. Ele é medido com a fração "f/[número]", em que "f" é a distância focal e o "número" é o tamanho da abertura. Isso significa que f/8 tem abertura maior que f/13. Quanto maior o número, menor a abertura. Essa medição é conhecida também como "f-stop". 

Com uma abertura maior (ou seja, um f-stop pequeno), você começa a obter mais profundidade de campo, o que faz com que o fundo da imagem fique desfocado. Por outro lado, diminuir a abertura (aumentando o f-stop) enfoca mais o quadro, mas também permite que menos luz entre na câmera. 

Configurando a velocidade de disparo
Por último, conheça diferentes velocidades do obturador para ver como a DSLR funciona. As velocidades curtas do obturador permitem capturar uma imagem em movimento rápido com resultados nítidos, mas menos luz entra na câmera, portanto, a imagem fica relativamente mais escura. Logo, o obturador com velocidade maior pode criar um efeito de desfoque hipnotizante que visualiza o movimento (por exemplo, um felino correndo em direção à sua presa) e também deixa passar mais luz. Isso faz com que ela seja uma configuração muito boa para ambientes escuros.

  • Este artigo foi útil?

Não consegue encontrar o que você está procurando?