Pergunte para fotógrafos de gastronomia sobre as loucuras que eles já tiveram que fazer para tirar fotos perfeitas de alimentos, principalmente de produtos frescos. Alguns já tiveram que passar batom em morangos para deixá-los ainda mais vermelhos e até borrifar desodorante para fazê-los brilhar. Já ouvimos até falar de uma produtora que teve que costurar frutas em um árvore para deixar ela com aparência de “pé de fruta carregado.”

Pedimos que seis fotógrafos especializados em fotografia de alimentos contassem seus segredos na hora de clicar alimentos. Parece que o truque é não encobrir erros, e sim ter certeza de que eles não acontecerão. Siga suas dicas e as chances de você nunca ter que usar batom, ou desodorante, ou ter que costurar uma fruta em uma árvore vão diminuir consideravelmente.

1. “Para fazer uma boa foto de alimentos, é crucial que o próprio produto fascine e inspire”

Natasha Breen

Imagem de <a href="http://shutr.bz/2mZNoft">Natasha Breen</a>

Qualquer fotógrafo gastronômico gasta uma parte significativa de sua vida selecionando produtos de qualidade. Não posso apenas comprar cebolas; devo sempre ter certeza que tais cebolas se encaixam direitinho no meu plano. Às vezes, posso comprar um produto e quero fotografá-lo imediatamente. Você não deve adiar o clique de itens frescos; vegetais e saladas apodrecem rapidamente e perdem sua beleza natural.

Se está na época de frutas diferentes, corro no mercado, compro e imediatamente faço algumas fotos. Quando termina o shoot, geralmente como, ou cozinho os alimentos, já que não sou do tipo que joga comida fora depois de fotografá-la.

Frutas e legumes exóticos são inspiradores. Mas eu posso criar uma ótima composição com apenas duas cebolas. Para fazer um bom shoot de alimentos, é crucial que o produto em si atraia e inspire o fotógrafo. Claro que o produto clicado não precisa ser perfeito, mas definitivamente deve te atrair.

Imagem de <a href="http://shutr.bz/2mt92pd">Natasha Breen</a>

Você pode até borrifar um pouco de água nos seus vegetais para criar uma textura que vai refletir uma ótima luz para suas fotos. Se você cortar alguns dos seus alimentos, sua foto vai se tornar mais complexa.  Se você precisa manter suas folhas frescas, coloque-as em um pote de conserva e depois na geladeira. E não se esqueça que a escolha do plano de fundo, texturas e outros acessórios influenciam totalmente a qualidade da sua foto.

2. “Visitar feiras agrícolas é uma ótima maneira de encontrar diferentes opções de produtos”

Arina P Habich

Imagem de <a href="http://shutr.bz/2nsyNqE">Arina P Habich</a>

A fotografia de alimentos pode ser uma coisa desafiadora, dada a necessidade de se capturar a essência do que torna frutas e legumes frescos tão atraentes para o olho humano. Ao fotografar na rua, ou em um estúdio, não importa, muitas coisas podem acontecer e estragar um shoot inteiro. Mas consegui encontrar algumas maneiras de garantir que isso não aconteça.

Quando faço fotos externas, prefiro ficar perto da fonte dos meus produtos, seja visitando mercados agrícolas com centenas de barracas que vendem frutas e legumes colhidos no mesmo dia, ou mesmo indo direto até o campo, nos agricultores. Entrar em contato com fazendas locais é o melhor jeito de manter seu produto fresco e suas fotografias impecáveis. 

Visitar agricultores é uma ótima maneira de encontrar uma grande opção de alimentos e em quantidade. Além disso, lembre-se que seu produto não tem nada a ver com fumaça e espelhos. A maioria das frutas e dos legumes do seu mercado local são orgânicos e maravilhosos quando clicados.

Imagem de <a href="http://shutr.bz/2msGQC0">Arina P Habich</a>

Fotografar alimentos em seu estado natural, frescos e da fazenda pode ser muito mais atraente. Conseguir evitar intermediários – como supermercados e até feiras agrícolas – significará mais qualidade para a aparência do seu produto. Ao serem manuseados, colocados em caminhões ou em prateleiras de supermercados esses alimentos podem ficar marcados, o que afeta a qualidade da sua foto.

Entretanto, sujar suas mãos não é a única forma de manter seus alimentos fresquinhos. Fotografar alimentos em um estúdio pode ser uma opção, mas às vezes muito mais difícil do que quando se tem ação. Opte por lentes poderosas, macro, capture detalhes de frutas e legumes. Além disso, um dos truques mais úteis que sempre uso é uma garrafa de spray cheia de água. Hidratar legumes e frutas é bom não só para eles, mas sai muito bem nas fotos. A água sempre torna tudo com aparência de saudável, fresquinho e atraente.

3. “Gaste tempo extra na hora de escolher seus produtos”

Tiffany Egbert

Imagem de <a href="http://shutr.bz/2msGnzW">Tiffany Egbert</a>

Minha primeira dica seria gastar um pouco de tempo extra na hora de escolher suas verduras ou frutas. Se a sua cidade tem uma feira agrícola ou mercado, vá lá primeiramente. Já que esses alimentos vêm direto da fazenda, você pode ter a sorte de encontrar os mais frescos, bonitos e mais variedade do que você encontraria em um mercado comum.

Imagem de <a href="http://shutr.bz/2mJyYxT">Tiffany Egbert</a>

Se você não tiver tempo de ir a uma feira ou mercadão, ou não tiver nada perto de casa, não tem problema! Vá a um mercado comum e passe um tempo procurando alimentos que estejam fresquinhos. Outra dica é comprar mais do que você acha que vai precisar, já que alguns produtos tendem a perder seu brilho depois de um tempo. Dê atenção especial para as folhas verdes, já que elas murcham rapidamente. Minha última dica é lavar todos os seus alimentos bem antes do shoot. Mesmo que você queira fotografar tudo sequinho, tudo vai parecer fresco e hidratado depois de um belo banho.

4. “Gosto de explorar as relações entre cores, texturas e contraste nas prateleiras”

Elena Dijour

Imagem de <a href="http://shutr.bz/2mJB4hr">Elena Dijour</a>

Eu moro em Paris, e os mercados franceses são um ótimo lugar para ver e fotografar produtos orgânicos locais (e mais exóticos). O famoso “art de vivre” francês pode ser visto claramente nesses lugares.

Imagem de <a href="http://shutr.bz/2m0J00j">Elena Dijour</a>

As barracas das feiras de rua são coloridas e organizadas, então você só precisa escolher aquela que está chamando mais a sua atenção. Gosto de observar primeiro a relação entre cores, texturas e contraste das barracas, e só depois começo a fotografar, dando um monte de closes. A maioria das minhas fotos não são planejadas e são tiradas como iluminação natural. Essa é a melhor maneira de capturar a atmosfera única da feira.

5. “Nunca me contento com produtos inferiores”

Brent Hofacker

Imagem de <a href="http://shutr.bz/2nEVOWS">Brent Hofacker</a>

Sempre tento achar e escolher frutas e legumes da estação, já que isso pode diminuir drasticamente qualquer dor de cabeça. Ao comprar meus alimentos, tento sempre escolher os de melhor qualidade, e às vezes isso significa que eu tenha que visitar cinco mercearias e mercados diferentes até encontrar algo que sairá muito bem quando fotografado. Nunca me contento com produtos inferiores.

Imagem de <a href="http://shutr.bz/2nsHNMu">Brent Hofacker</a>

Cada fruta ou vegetal específico precisa de cuidados únicos para continuar com aparência de fresco. No caso de ervas, corto um pouco do caule e as mantenho em um vaso com água até a hora de fotografá-las. Isso evita que elas murchem. No caso do alface, sempre dou um choque de água gelada antes do shoot, para que ele pareça ainda mais fresquinho. Quanto a frutas, o segredo é pulverizá-las com uma mistura 50/50 de água e glicerina para dar-lhes um ar fresco e suculento.

6. “Não finja ser um stylist caso você não seja. Deixe que seu alimento seja a estrela principal”

Brian Yarvin

Imagem de <a href="http://shutr.bz/2m0RZ1L">Brian Yarvin </a>

O truque é que não há truques e o segredo é que não há segredos. O que existe são dicas que devem ser lembradas. Faça amizade com agricultores locais. E eles vão te dizer a melhor época para obter produtos de qualidade.

Image by <a href="http://shutr.bz/2nFgrC7">Brian Yarvin</a>

Por fim, deixe seu produto contar a história. Não há necessidade de decorar nada com adereços ou arranjos extravagantes. Não finja ser um estilista, se você não é. Basta deixar a comida brilhar.